SALA DE IMPRENSA

"Locus autem cor est torcular ad nuntium"

 

SALA DE IMPRENSA VIRTUAL

 

A sala de imprensa virtual é uma área no site destinada a psicanalistas— embora outros públicos podem estar interessados no conteúdo — e faz parte da estratégia de relacionamento com a mídia. Para fazer parte dessas salas, estão disponíveis sem qualquer burocracia.

 

É importante ressaltar que a sala de imprensa on-line funciona como um espaço para profissionais que estão à procura de informações para ler notícias, desenvolver um post ou, tentando encontrar um contato com colegas para tirar as dúvidas e checar os fatos.

 

Estes espaços reúnem materiais relevantes como fotos e áudios, releases, entrevistas, press-kits, vídeos, entre outros recursos essenciais que facilitem o trabalho do psicanalista para a sua reciclagem com a Ciência Psicanalítica. Por isso, as informações devem estar atualizadas.

 

A sala de imprensa virtual geralmente aparece em instituições, organizações assim como em empresas de grande porte, ou seja, aquelas com maior visibilidade e volume de informações, atraindo o interesse das pessoas, e, consequentemente, dos veículos de comunicação que buscam divulgar notícias. Contudo, tal medida precisa — ou deveria — ser implementada em qualquer instituição, organização ou empresa que está trabalhando ativamente com a mídia.

 

1. Informação de Contexto

 

Nas atividades de relações públicas o intuito é ajudar a estabelecer a Instituição ou Organizações Científicas e seus Membros como líderes de pensamento. Isso significa dizer que na sua sala de imprensa virtual você deve incluir informações científica, falar sobre os problemas ou tendências, trazer biografias sobre Cientistas importantes, além de descrever sobre eventos futuros.

Além disso, uma parte essencial do fornecimento de informações básicas é garantir que haja uma visão completa do que sua instituição ou organização está fazendo. Por esse motivo é desejável incluir:

 

Links ou feeds de mídia social;

 

Vincular ou alimentar seu site;

Uma coleção sobre as últimas notícias que envolvam a psicanálise;

Estudos de casos de clientes;

Uma pesquisa realizada pelo Comunique-se, em 2017, revelou que aquilo que os psicanalistas mais gostam de encontrar nas salas de imprensas são os releases

atualizados, contendo fotos, gráficos e vídeos, que facilitam a produção

da notícia científica (Ciência Psicanalítica).

 

2. Galeria de imagens

 

Forneceremos acesso a imagens que possam ser usadas pela mídia e pelos psicanalistas. Selecionaremos as melhores imagens, incluindo:

 

Fotos dos diretores

 

Logotipos da instituição

 

Gráficos, infográficos e gráficos

 

Com a galeria de imagens você quer garantir que eles possam ser baixados com

facilidade e fornecer detalhes sobre como eles podem ser usados.

 

3. Informações sobre serviços, pesquisas científicas

e informes a sociedade.

 

Para sua sala de imprensa, considere a inclusão de pontos-chave sobre serviço para que ele possa ser facilmente encontrado e usado. Aqui vão algumas dicas:

 

Especificações do serviços, pesquisas científicas e informes a

sociedade, recursos e benefícios;

 

Whitepapers associados ou informações sobre

a ciência psicanalítica;

 

Imagens ou vídeos relacionados a ciência psicanalítica;

 

Casos de uso ou estudos de caso do cliente;

 

Comunicados de imprensa;

 

Tenha em mente o tipo de mídia que pode estar usando essas informações.

Para impressão, eles precisarão de arquivos de resolução mais alta

e desejarão diferentes tipos de informações.

 

4. Conteúdo de Vídeo

 

Para quem trabalha com relações públicas há algum tempo, provavelmente se lembra do B-Roll — animações, fotografias ou elementos gráficos que aparecem entre as cenas principais de um vídeo — que você deveria enviar aos produtores de TV para ajudá-los a montar o trabalho. Pode ser que hoje você não faça mais isso, mas ainda quer facilitar a exibição da mídia e, possivelmente, usar o vídeo se necessário. Existem muitas opções quando se trata de vídeo, a maioria das quais dependerá do seu tipo de organização. Algumas opções incluem:

 

Estudos de casos em vídeo;

 

B-Roll Corporativo;

 

Demonstrações de serviços ou webinars;

 

Apresentações ou palestras científicas.

 

5. Contatos

 

Por último mas não menos importante,  incluiremos informações de contato. Isso deve estar em destaque na sua página de imprensa para que possa ser encontrado em questão de segundos. Para instituições ou organizações, pode ser o único ponto de contato (e-mail número telefônico).

Prezado Senhor Psicanalista queira por gentileza, dirigir-se

à barra do Menu e escolha o tópico desejado.

O Conselho Brasileiro de Psicanálise (I.N.N.G.),

Agrega Cinco Graus de Membros.

Obs.: 

A Filiação de Membros é mantido pelo Conselho Brasileiro de Psicanálise (I.N.N.G.).

O Conselho Brasileiro de Psicanálise (I.N.N.G.), sugere aos candidatos a Membros,

lerem atentamente todos os parágrafos, antes de quitarem sua adesão, preencherem

os devidos  formulários e enviá-los ao COMITÊ DECISÓRIO

do C.B.P. (I.N.N.G.).

Existem (Cinco Categorias de Afiliação de Membros) para os quais, os candidatos poderem inscrever-se. Acessem o menu: (FILIAÇÃO

DE MEMBROS), para maiores informações vitais.


Conselho Brasileiro de Psicanálise (I.N.N.G.) é licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported. Based on a

work at www.cobrpsi.com .Permissions beyond the scope of this license

may be available at https://www.cobrpsi.com .@import

url(https://www.google.com/cse/api/branding.css); 

cobrpsi@cobrpsi.com

https://www.cobrpsi.com

https://www.cobrpsi.org