(02) Portal de Denúncias

Bem-vindo

 

No Conselho Brasileiro de Psicanálise (I.N.N.G.), nos destacamos por ser uma Instituição Científica sem fins lucrativos e de Utilidade Pública com filosofia, valores e princípios guiados pelos mais altos padrões Deontológicos e Éticos, que têm sido fundamentais para sustentar o crescimento, consolidação e projeção da CIÊNCIA PSICANALÍTICA e de seus Membros. 

 

Para garantir o cumprimento destes padrões, mantemos o compromisso de investigar, corrigir e, se aplicável, sancionar qualquer conduta, fato ou circunstância que deixe vulnerável e / ou transgrida os princípios e valores estabelecidos em nosso Código Deontológico, Ético e de Excelências Práticas Científicas Psicanalíticas

 

A aplicação do Código Deontológico e Ético é obrigatório para seus respectivos Membros, Diretores, Conselheiros e, também, é muito importante que nossos Membros, Parceiros ou qualquer pessoa relacionada ao C.B.P. (I.N.N.G.), assumam e endossem esses princípios e valores dentro do escopo de atuação.

 

A sua denúncia será atendida por pessoal qualificado e as informações que você fornecer serão confidenciais e, caso deseje, anônimas. Reforçamos, também, que o uso inadequado deste sistema também será investigado.

 

Caso sua denúncia esteja relacionada a situações de ameaça imediata para a vida ou a propriedade que exijam assistência urgente, entre em contato diretamente com as autoridades locais.

 

Quem pode fazer uma denúncia?

 

Qualquer pessoa que se sinta negativamente afetada pelas práticas e procedimentos psicanalíticos exercidos por profissionais da CIÊNCIA PSICANALÍTICA, devido à violação do Código de Conduta Ética ou dos nossos valores, ou não tenha seu problema solucionado pelos canais normais desta Instituição, pode utilizar o Canal de Ética e Ouvidoria.

 

As denúncias podem ser feitas no idioma oficial do seu país de origem e devem, sempre que possível, conter elementos suficientes que permitam a averiguação dos fatos relatados.

 

A denúncia pode ser feita de forma anônima ou identificada, porém o sigilo em relação à identidade do denunciante é sempre garantido. Não haverá qualquer tipo de retaliação às pessoas que utilizarem o Canal de Ouvidoria de boa-fé.

 

Denúncias anônimas serão apuradas desde que contenham dados e informações suficientes que permitam uma investigação adequada e que sejam permitidas pela legislação do país ao qual se refiram. Importante! O denunciante deve anotar o número do protocolo, pois este será seu meio de contato com o Canal de Ética e Ouvidoria.

 

Atenção:

 

Denúncia é diferente de Crítica ou Reclamação.

 

Algumas situações podem ser endereçadas diretamente ao C.B.P.(I.N.N.G.)através de nosso e-mail, mas caso você se sinta constrangido ou tenha receio de retaliações pode e deve entrar em contato com os canais da Ouvidoria.

 

Para esclarecimento de dúvidas, o CONSELHO BRASILEIRO DE PSICANÁLISE (I.N.N.G.) também mantém o canal de comunicação Fale Conosco, disponível em nosso site e que atende aos públicos internos e externos.

Como uma denúncia é tratada?

 

A área de Ouvidoria responde diretamente ao Conselho Brasileiro de Psicanálise e seus Diretores e, por isso, é imparcial em sua atuação e, especialmente, no tratamento de denúncias. Pode confiar! O Canal de Deontologia, Ética e Ouvidoria trata todos os casos de forma confidencial e toda a denúncia feita é recebida e tratada cuidadosamente pela equipe responsável.

 

Para tratar uma denúncia, existe um processo formal conduzido pela equipe de Ouvidoria.

 

(a) - Denúncia;

O denunciante realiza uma denúncia em um dos Canais da Ouvidoria.

 

(b) - Análise;

As denúncias são analisadas para verificar se há informações suficientes para a

apuração e, depois, são classificadas de acordo com a criticidade e tema.

 

(c) - Apuração;

Após a análise, as denúncias são apuradas e as partes interessadas são informadas.

 

(d) - Fechamento;

Para casos confirmados, o resultado da apuração é compartilhado com a liderança e é definido um plano de ação para tratar os problemas identificados.

 

(e) - Feedback.

O resultado da apuração é enviado, normalmente de forma bastante resumida, ao autor da denúncia e o plano de ação é executado pelos responsáveis.

 

Faça aqui sua Denúncia

 

Os colaboradores que registrarem denúncias ou sugestões não serão identificados

em nenhuma hipótese. O anonimato e o sigilo estarão sempre garantidos,

confirmando-se ou não as denúncias apontadas. 
 

Não há o registro dos endereços de IP’s dos computadores dos usuários do sistema via site, ou aplicativo, nem qualquer forma de rastreamento das ligações dos usuários do sistema via telefone

Após o registro da sugestão ou da denúncia, a Contato Seguro encaminhará essas informações a um
Comitê específico, formado por funcionários do alto escalão 
do C.B.P. (I.N.N.G.), para sua análise e averiguação, mesmo que digam respeito a pessoas dos mais altos escalões. Esse Comitê será o responsável pelas investigações, e pela coleta de provas e evidências, bem como por tomar as medidas disciplinares que entender adequadas de acordo com seu código de condutas. 

Todas as denúncias e sugestões receberão um número de protocolo, por meio
do qual o usuário pode, posterior e anonimamente, complementar o seu registro, encaminhar arquivos de provas ou acompanhar os seus desdobramentos.

 

Esse número de protocolo também possibilita que a Instituição e o usuário mantenham um diálogo virtual e anônimo, mediante perguntas e respostas. 

Preencha os campos a seguir da forma mais completa e detalhada possível.
Se não souber ou não desejar preencher algum desses campos, deixe-o em branco, isto é, a denúncia pode ser feita anonimamente. Mas, lembre-se: quanto mais detalhada for a sua
denúncia, maiores serão as chances de que o fato seja identificado e solucionado.

 

Escreva a sua Denúncia
Avalie Nossos Serviços
Obrigado pelo envio de sua denúncia!

cobrpsi@cobrpsi.com

 

Tel.: + 55 (11) 4368 8686

 

Tel.: + 55 (11) 9 4299 0962